doação de alimentos

Doação x Segurança dos alimentos

Nós do Semear apoiamos a acessibilidade! Ouça nosso conteúdo em áudio: 

Infelizmente, muitas pessoas vivem em situação de vulnerabilidade e extrema pobreza no mundo todo, e o Brasil não fica de fora. Algumas famílias passam por necessidades e não conseguem garantir alimento para todas as refeições, consequentemente, elas acabam contando com doação de alimentos.    No atual contexto econômico-social, a solidariedade é um valor cada vez mais notado na sociedade, porém, é fundamental garantir que os alimentos doados continuem a possuir características de segurança através da aplicação de procedimentos adequados de modo a preservar as suas condições para consumo.   Tendo em consideração que os beneficiários das doações de alimentos pertencem muitas vezes aos grupos de sociais mais vulneráveis, como idosos, crianças e doentes crónicos, torna-se necessário dar uma especial atenção às condições de higiene em que se desenvolvem essas operações, de forma a evitar a transmissão de agentes capazes de provocar doenças como infecções alimentares.  

O que doar ?

 

Alimentos não-perecíveis

São todos aqueles que vêm embalados de fábrica e têm longa duração. São alimentos ideais para a arrecadação, pois  podem ficar à temperatura ambiente sem estragar e exigem menos cuidados para armazenamento (diferente de frutas e congelados, por exemplo). Além de arroz, feijão, açúcar e farinha de trigo, confira abaixo outras opções de não perecíveis que você pode doar em uma campanha de doação de alimentos:
  • leite em pó
  • legumes enlatados como milho e ervilha
  • gelatina em pó
  • mistura para bolo
  • biscoitos
  • milho de pipoca
  • fubá
  • achocolatado em pó
  • óleo de cozinha
  • leite em caixa longa vida
Antes de entregar qualquer um dos alimentos acima para doação, verifique a data de validade do produto e, também, se as embalagens estão íntegras, sem furos ou amassados, para que eles não se deteriorem até chegar a seu destino final.  

Alimentos perecíveis

Há instituições de arrecadação de alimentos que aceitam alimentos perecíveis como frutas, legumes e congelados. Nesses casos, quem vai doar precisa tomar os seguintes cuidados:
  • Frutas e legumes: podem ser doados verdes e maduros, mas nunca estragados. Precisam ser doados refrigerados (converse com a ONG que deseja ajudar, para ter orientações sobre como transportar os alimentos ou se eles retiram em sua casa).  
  • Congelados: precisam estar na validade, com a embalagem íntegra e, claro… congelados! Neste caso, também é preciso combinar com a ONG que vai receber, para que o alimento não estrague antes de chegar ao seu destinatário.

O que não doar

Por maior que seja a boa vontade, há certos alimentos que podem representar um risco para quem vai consumir. Sobras de refeições prontas, por exemplo, podem estragar rapidamente e não são aconselháveis para doação de alimentos. O mesmo pode acontecer com alimentos fora do prazo de validade, ou que deveriam estar no freezer e já foram descongelados. Descubra como conservar melhor os alimentos  Ajudar o próximo é colocar amor em ação. Somente a solidariedade pode fazer do mundo um lugar melhor para todos. Doe e faça o bem.   

Adicione um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

três × quatro =