[BannerBlog] Semear

Você sabe como conservar “marmitas”?

Nós do Semear apoiamos a acessibilidade! Ouça nosso conteúdo em áudio: 

Clara Takayama Arbach
por Clara Takayama Arbach #falandocomconsumidor
  Seja indo para a escola, faculdade ou trabalho, o hábito de levar almoço ou lanches preparados em casa é muito comum. A fim de evitar as doenças transmitidas por alimentos, separamos algumas informações que te ajudarão a saber como conservar marmitas e transportar suas refeições com mais segurança! Caso tenha preparado sua comida no dia anterior, é importante armazená-las em geladeira (abaixo de 4°C) até a hora de sair de casa. Faça o transporte em bolsa térmica com placas de gelo reutilizáveis para manter a temperatura fria. As placas de gelo também podem ser substituídas por uma caixinha de suco ou garrafa de água congeladas! Você pode congelar suas marmitas previamente para conservá-la por mais tempo, mas fique atento, pois alguns alimentos podem ter seu sabor e textura alterados durante o descongelamento. Se o seu local de estudos ou trabalho possuir geladeira, transfira imediatamente sua refeição para lá. Alguns alimentos não precisam de refrigeração, como por exemplo: frutas, queijos duros, carne e peixe enlatados e pães. Se tiver preparado a comida no mesmo dia e precisar mantê-la quente, opte por marmitas de vidro, pois conservam melhor a temperatura. Antes de montar as marmitas, encha o recipiente de vidro com água quente e aguarde alguns minutos. Após aquecido, descarte a água, monte as marmitas e guarde em bolsa térmica. O ideal é que a temperatura do alimento seja mantida acima de 74°C. Como é difícil manter os alimentos quentes sem uma fonte de calor durante muitas horas, é melhor cozinhar os alimentos com antecedência antes de sair de casa, resfriá-los e depois transportá-los frios. Ao reaquecer suas refeições em forno ou micro-ondas, cubra-as para reter a umidade e aquecer uniformemente os alimentos. Caso utilize marmitas de vidro ou plástico, lave-os com água e sabão ao fim da refeição.

Por que você precisa tomar esses cuidados?

As bactérias crescem mais rapidamente entre 5° e 60° C. Nessa faixa de temperatura, conhecida como de “Zona de perigo”, as bactérias dobram de número em apenas 20 minutos. Por isso, manter seu alimento em temperaturas que não favoreçam o crescimento microbiano, bem como manter seu alimento armazenado em recipiente apropriado que não permita uma contaminação, é fundamental para que você tenha uma refeição segura e evite situações de desconforto gastrointestinal ou outras doenças! como conservar marmitas

Adicione um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

4 + 16 =