treinamentos

Qual a importância do treinamentos para os manipuladores de alimentos?

Nós do Semear apoiamos a acessibilidade. Ouça nosso conteúdo em áudio:

Sem dúvidas, um dos fatores determinantes da saúde do indivíduo é a alimentação, a qual depende tanto da qualidade sanitária, quanto da composição nutricional dos alimentos. Porém, para garantir tal qualidade é preciso que os manipuladores de alimentos passem por treinamentos eficientes. Acompanhe abaixo os benefícios dos treinamentos.  

Alimento seguro

A qualidade sanitária dos alimentos está diretamente relacionada com a sua segurança no momento do consumo. A segurança dos alimentos pode ser definida como o direito de todos os cidadãos terem acesso a alimentos livres de contaminantes que podem causar algum dano a sua saúde. Dentre as doenças veiculadas por alimentos, tem-se as de origem física, química e microbiológica. A contaminação dos alimentos pode ocorrer em cozinhas, durante o processamento das refeições. Os mais frequentes casos de contaminação são os causados por microrganismos patogênicos. A sobrevivência desses microrganismos decorre, principalmente, das condições inadequadas de higiene e de temperatura a que são expostos os alimentos durante o processamento, armazenamento e distribuição.   Vale ressaltar que, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 60% dos casos das Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) resultam do descuido dos manipuladores na lavagem das mãos, técnicas inadequadas no preparo e processamento dos alimentos, bem como das não conformidades de higienização das instalações, equipamentos, móveis e utensílios.   Outro dado preocupante é que a cada ano, pelo menos dois bilhões de pessoas no mundo sofrem de alguma intoxicação ou infecção de origem alimentar, representando assim, um dos maiores problemas de saúde pública no mundo.    

Qual a importância dos treinamentos?

Pesquisas apontam que os resultados não dependem apenas dos investimentos em equipamentos, mas em recursos humanos. Sem investimentos nesse setor é impossível desenvolver as capacidades técnicas necessárias ao sucesso da empresa, pois o aperfeiçoamento de sua qualidade depende do desempenho da equipe operacional. Assim, torna-se evidente a necessidade de fortalecer e capacitar cada vez mais as equipes de trabalho. A obtenção de cerca de 70% dos critérios propostos em sistemas HACCP (Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle), depende exclusivamente do desempenho da equipe operacional nas ações de segurança sanitária. Os treinamentos permitem que o trabalho seja feito com mais qualidade, melhorando o retorno para a empresa e o feedback positivo para o funcionário. Com isso, há um aumento na motivação dos colaboradores, que obtêm consequências prazerosas na execução do trabalho. O desenvolvimento de pessoas é uma ferramenta poderosa nesse contexto, pois demonstra o interesse, por parte da empresa, em aperfeiçoar as competências de seus colaboradores. Dessa forma, eles ficam mais satisfeitos e reconhecem seu valor dentro da companhia, além de ganhar impulso para progredir na carreira.  

De modo geral, os benefícios dos treinamentos são:

 
  • Capacitação profissional.
  • Desenvolvimento pessoal.
  • Melhora do clima organizacional.
  • Aumento de produtividade.
  • Melhora a confiança.
  • Diminui a rotatividade.
  • Aumenta a credibilidade da empresa.
  Veja mais sobre cultura empresarial e segurança dos alimentos.  

Como implementar treinamentos para os manipuladores de alimentos?

É importante dar aos manipuladores conhecimentos teórico-práticos necessários para capacitá-los e levá-los ao desenvolvimento de habilidades e de atividades específicas na área de alimentos. O programa de treinamento para colaboradores tem por objetivo adequar o processamento e a manipulação dos alimentos. É importante que os colaboradores compreendam suas responsabilidades e o impacto de suas ações na segurança dos alimentos produzidos. A padronização dos processos é fator determinante para o bom desempenho da equipe. O padrão é o instrumento que indica a meta (fim) e os procedimentos (meios) para execução dos trabalhos, capacitando cada pessoa a assumir a responsabilidade pelos resultados do seu trabalho.   Saiba mais sobre os programas de segurança dos alimentos PAC, PPR e APPCC.   Além disso, é preciso estar atento às normas atuais em relação às condições higiênico-sanitárias necessárias para evitar os surtos de toxinfecções alimentares, dessa forma, eliminando riscos a saúde dos comensais, mantendo a integridade da empresa, provendo a sustentação de pessoal qualificado, satisfeito e estável, minimizando os custos operacionais.   Baixe agora nossa cartilha sobre as Boas Práticas de fabricação   Contando com instrutores experts em suas áreas de atuação, os treinamentos oferecidos pela BRQuality visam ajudar as empresas a desenvolver, capacitar e reter seus talentos. Clique na imagem abaixo, entre em contato e garanta a sua vaga! treinamentos

Adicione um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

doze + dezessete =