cultura empresarial

Cultura empresarial e segurança dos alimentos

Nós do Semear apoiamos a acessibilidade. Ouça nosso conteúdo em áudio: 

Você sabe o que é cultura empresarial? É a combinação de valores, comportamentos, atitudes e expectativas que regem uma empresa ou organização capazes de motivar todos aqueles envolvidos.   Para uma empresa funcionar precisa-se de organização, seriedade, foco e objetivos, mas não somente isso, uma boa cultura empresarial regida por valores e comportamentos garante que a equipe funcione como um elo, em que todos trabalhem por todos.   Ela interfere não só no comportamento dos colaboradores, uma equipe bem instruída e conectada gera mais lucros e atende as demandas do cliente e da empresa. Em contradição, uma cultura desorganizacional interfere na produtividade e resultados da organização.   Agora pense: Sua empresa tem uma cultura organizacional forte?    Que tal algumas perguntas para refletir?
  • Sua empresa tem um processo rígido ou flexível?
  • Você se importa com o que acontece com o funcionário fora da empresa?
  • Há individualismo, ou a equipe é unida? 
  • O funcionário tem autonomia? 
  Algumas práticas podem ajudar a cultura da sua empresa:

Política de feedbacks 

Falar a verdade é sempre a melhor opção, portanto, dar feedbacks aos funcionários é a melhor opção para alinhar pensamentos e estratégias. Ao contrário de fazer fofoca pelos corredores, procure conversar diretamente, dando feedback positivos ou negativos, de maneira cautelosa, isso melhora o desempenho e a relação gerencia-funcionário.   

Liberdade com responsabilidade 

Mostrar ao funcionário que ele tem autonomia para decidir o que fazer o torna mais responsável com suas obrigações dentro da empresa. É mostrar que ele pode gerenciar seu tempo de acordo com a rotina da empresa, para que ele dê o seu melhor. 

Dê autonomia

Já imaginou o dono de uma empresa com 500 funcionários recebendo cada um em sua sala para responder uma dúvida, ele iria ficar desesperado. Ao invés disso, ele dá autonomia a eles para fazerem o que acham que é o melhor para a organização, com base em um diálogo prévio, que explicite todas as possibilidades de atuação.    Dessa forma, o funcionário tem o que se chama “espírito de líder” e toma as atitudes com base no que é melhor, agilizando os processos da empresa.  

Cultura empresarial e segurança dos alimentos 

Segundo a GFSI, a Global Food Safety Initiative, “Cultura de Segurança de Alimentos corresponde aos valores compartilhados, crenças e normas que afetam a mentalidade e o comportamento em relação à segurança de alimentos, em toda a organização”.   Como em todo e qualquer setor, a comunicação da equipe é primordial, no caso do ramo alimentício é dever da equipe agir corretamente como um todo, pois cada etapa tem seu valor para o resultado final, garantindo a redução de contaminações por alimentos e, consequentemente, melhorando o desempenho da empresa.   Os cuidados com a higiene e a manipulação dos alimentos, além das técnicas de produção e armazenamento correto são aspectos da segurança dos alimentos. Afinal, quando bem monitorada a produção, é possível assegurar saúde e bem-estar a todos.    Concluindo, a cultura empresarial deve, portanto, ser única em cada organização, atendendo a demanda da empresa e contando com a parceria entre funcionários e colaboradores para garantir a qualidade do produto. 

Adicione um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

3 + 16 =