Programas de Segurança dos Alimentos

Programas de Segurança dos Alimentos: PAC, PPR, APPCC

Nós do Semear apoiamos a acessibilidade. Ouça nosso conteúdo em áudio!



As pessoas têm o direito de esperar que os alimentos que comem são seguros e adequados para consumo, assim começa o texto do Codex Alimentarius, 2020 e é exatamente isso que nós acreditamos, Segurança dos alimentos é Responsabilidade Social.
As doenças e ferimentos transmitidos por alimentos podem ser graves ou fatais ou ter um impacto negativo na saúde humana a longo prazo. Além disso, surtos de doenças transmitidas por alimentos podem prejudicar o comércio e o turismo. A deterioração dos alimentos é um desperdício, é cara, ameaça a segurança alimentar e pode afetar negativamente o comércio e a confiança do consumidor. (Codex, 2020).

Para garantirmos a produção de alimentos seguros, o caminho é muito claro: seguir as legislações, os estudos e ferramentas existentes e que orientam sobre as melhores práticas a serem adotadas para garantir que a Boas Práticas de Fabricação sejam implementadas.

Para começar, precisamos implementar os programas da base, aqueles que estão relacionados nas legislações e normas para indústria de alimentos, abaixo uma relação dos Programas de autocontrole definidos pelo MAPA e dos Programas de Pré Requisitos, estabelecidos na ISO-TS 22002-1.
MAPA- Programas de segurança dos aliementosProgramas de pré-requisito

Importante esclarecer que essas são sugestões dos programas mínimos a serem implementados, cada empresa deve avaliar quais programas além destes são necessários para garantir a produção segura de alimentos, além disso, essa divisão pode ser organizada da forma que melhor se adaptar a realidade da empresa, garantindo que os programas retratem a realidade e sejam facilmente aplicados, monitorados e verificados.

Cada um destes programas, possui papel fundamental na manutenção da segurança dos alimentos e as empresas que deixam de olhar para algum destes programa com a devida atenção, certamente estão colocando seu produto em risco.

Nosso conselho para as industrias de alimentos e para os profissionais é que, olhem para estes programas como “Programas básicos para produção de alimentos seguros” e entendam que a produção de alimentos seguros é responsabilidade social daqueles que estão envolvidos nesta cadeia.

Para construir uma cultura de Segurança de Alimentos positiva, é fundamental que essa visão esteja clara e igualada entre direção e gestores da empresa. Enquanto um gestor destoar desta visão, a construção de uma cultura positiva será prejudicada consideravelmente.
Saiba mais sobre cultura empresarial e segurança dos alimentos

Por: Keli Lima Neves e Ederson Josué
#alimentoseguroresponsabilidadesocial
Referências:
Codex Alimentarius, 2020 –  Princípios Gerais de Higiene
ISO/TS 22002-1 – Programas de Pré Requisitos para indústria de alimentos
RIISPOA 2017 e Norma Interna DIPOA/SDA 01/2017

Adicione um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

dezessete − 14 =