APPCC - Etapa 1 (1)

APPCC – Etapa 10: 5° Princípio – Estabeleça Ações Corretivas

APPCC – Etapa 10: 5° Princípio – Estabeleça Ações Corretivas

Por: Keli Lima Neves

Devem ser criadas ações corretivas específicas por escrito para cada PCC dentro do sistema APPCC, visando uma resposta eficaz, rápida e padronizada aos desvios quando ocorrem.

Monitorar continuamente os limites críticos dos PCCs significa que qualquer produto em produção pode ser potencialmente inseguro em caso de desvio.

Importante pensar neste assunto quando definir a periodicidade de monitoramento, para aqueles PCCs que não podem ser monitorados de forma contínua, pois, uma vez que um desvio ocorra, tudo que foi produzido no intervalo entre a avaliação em conformidade e o desvio, passa a ser considerado potencialmente inseguro.

As ações corretivas devem garantir que o PCC seja restabelecido sob controle e que produtos inseguros sejam manuseados adequadamente para evitar que cheguem aos consumidores.

Isso envolve separar o produto afetado e avaliar sua segurança para o direcionamento apropriado.

Especialistas externos podem ser necessários para avaliar a segurança do produto em caso de desvio, por exemplo o produto pode ser reprocessado ou redirecionado para outro uso, dependendo da situação.

Em casos graves, pode ser necessário destruir o produto.

Por isso a importância que uma análise da causa raiz seja conduzida sempre que possível para corrigir a origem do desvio e evitar sua recorrência!

Lembre-se que os detalhes das ações corretivas, incluindo a causa do desvio e procedimentos de descarte, devem ser registrados no sistema APPCC.

Em suma, é recomendado revisar periodicamente essas ações para identificar tendências e assegurar sua eficácia.

Como essas ações estão sendo aplicadas na sua empresa?

Veja também a etapa 9!

Tags: No tags

Adicione um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

cinco × um =