WhatsApp Image 2023-03-02 at 16.30.47

Confira em nosso canal do YouTube a análise e pesquisa de enterotoxinas estafilocócicas

Enterotoxinas são toxinas produzidas por microrganismos, como certos estafilococos, responsáveis pelos sintomas gastrointestinais de algumas formas de intoxicação alimentar. São os principais agentes de intoxicação de origem bacteriana no homem e têm sido relatadas em vários surtos de doenças transmissíveis por alimentos. São toxinas termoestáveis e podem estar presentes no alimento mesmo após o cozimento, o que possibilita a instalação de um quadro de intoxicação de origem alimentar. Identificar a presença desta toxina em alimentos é muito importante para a preservação da saúde humana.

A análise e pesquisa de enterotoxinas estafilocócicas e esse parâmetro está presente na legislação desde 2019, na antiga IN Nº 60, que foi substituída pela IN Nº 161 da ANVISA e esse parâmetro é obrigatório para três categorias de alimentos previstas na IN Nº 161:

  • é previsto para a categoria 9 dos leites;
  •  a categoria 15 dos suplementos;
  • e para a 22 de alimentos prontos para consumo.

Para quem é produtor de algum desses alimentos que se enquadra nesses três grupos, obrigatoriamente, tem que realizar o monitoramento de enterotoxinas estafilocócicas nos produtos para garantir que eles estejam livres dessa toxina e para assegurar principalmente a segurança dos alimentos que fornece para clientes e para os consumidores.

Nós da BRQuality realizamos esse ensaio e é importante se atentar na escolha do laboratório para realizar esta análise. Já que um item da IN Nº 161 é o limite de detecção, em que a análise de enterotoxinas estafilocócicas é realizada na unidade de medida de nanograma por grama e o método utilizado tem que no mínimo conseguir detectar um nanograma por grama dentro da toxina no alimento analisado.

Por isso, é importante que o laboratório escolhido utilize este limite de detecção, para que uma vez analisado o alimento, o resultado e a ausência dentro da toxina, seja um resultado verdadeiro.

Clique abaixo e confira o vídeo em nosso canal.

https://www.youtube.com/watch?v=-MHky6-_DiA

Adicione um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

cinco × cinco =