armazenamento de carnes

Descubra como fazer o armazenamento de carnes

Nós do Semear apoiamos a acessibilidade! Ouça nosso conteúdo em áudio: 

#segurançadosalimentos   Com a alta nos preços no setor de frigoríficos muitas pessoas aproveitam promoções e compram carnes para muitos dias em busca de economia, porém, o armazenamento das carnes é algo que demanda diversos cuidados. Descubra como fazer o armazenamento correto das carnes e evitar o desperdício.    Primeiramente, devemos saber que a carne é facilmente contaminada por bactérias ou outros microorganismos, por se tratar de uma fonte de proteína e ter um alto teor de água.   A primeira coisa com que você precisa se preocupar é a temperatura, que afeta diretamente o desenvolvimento e as reações químicas dos microrganismos. Quanto mais baixa a temperatura, menor a chance de multiplicação das bactérias, e isso vai desacelerar as reações químicas que podem ocorrer.    O ideal é armazenar a carne em um freezer ou congelador a uma temperatura de -18 ° C. Dessa forma, a qualidade será mantida por cerca de 90 dias. Se estiver na geladeira, não se esqueça que a carne fresca só pode ser armazenada entre 0 ° C e 8 ° C por aproximadamente 2 a 3 dias. Portanto, é preferível congelar, para que a carne possa ser armazenada por mais tempo sem perda de qualidade.   Saiba como a temperatura afeta a segurança dos alimentos  

Nos açougues

 

Temperatura e condições do local

  Devemos lembrar que além de baixas temperaturas, os alimentos devem ser armazenados em local seco, limpo e ventilado (recomenda-se manter uma distância de pelo menos 10 cm entre o alimento e o vidro / parede) e protegê-lo adequadamente..   Os alimentos secos, como defumados ou salsichas, podem ser armazenados à temperatura ambiente, a temperatura mais recomendada é de 26 ° C.   Quando se trata de materiais, a maior preocupação é sua capacidade de reter umidade. Isso ocorre porque as bactérias – a principal causa da contaminação dos alimentos e deterioração da carne – se multiplicam muito mais rápido em madeira e papelão do que em vidro e plástico   Afinal de contas, materiais porosos são extremamente difíceis de desinfetar adequadamente por profissionais responsáveis.  

Higienização

  O local de armazenamento, deve ter a higienização feita diariamente por um profissional devidamente treinado para:  
  • Utilizar materiais de segurança como luvas plásticas, toucas e roupas brancas;
  • Lidar com os produtos químicos de limpeza, como cloro e detergente neutro;
 
  • Identificar qualquer foco de contaminação por agente externo (buracos, trincas, ovos de insetos, pelos de roedores etc);
 
  • Reportar toda e qualquer necessidade de manutenção nas instalações, como portas, equipamentos de ventilação, pisos e vitrines; 
  As janelas devem ser inteiramente de vidro transparente, o que facilita a detecção de sujeira e facilita a limpeza e secagem dos depósitos de carnes e áreas expostas.   Confira boas práticas de higiene para manipuladores   Uma dica é selecionar os produtos por data de validade, de forma que os mais antigos sejam consumidos antes dos que apresentam uma validade maior.   

Em casa

  Em casa você deve evitar lavar a carne antes de guardá-la, pois a gordura e a cartilagem são como uma capa protetora. Além disso, certifique-se de refrigerar todo o pedaço de carne, por que ao manter o pedaço inteiro, você diminui a superfície de contato exposta.   É importante observar também a embalagem do produto: o recipiente deve estar sempre limpo e deve ter uma capacidade totalmente fechada. Para descongelar, recomenda-se retirar a carne do freezer e descongelar na geladeira por cerca de um dia inteiro. Descongelar os alimentos à temperatura ambiente pode levar a uma contaminação mais rápida. Veja o vídeo sobre qualidade da carne e seus derivados   Como vimos, o controle adequado de armazenamento das carnes garante um alimento adequado para o consumo por muito mais tempo, dessa forma, evitando o desperdício e ajudando o bolso do consumidor.    Quer saber mais? Baixe agora o material com dicas para o armazenamento de alimentos. 

Adicione um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

dezoito + treze =