APPCC - Etapa 1 (4)

APPCC – Construção e conferência do diagrama

Por: Keli Lima Neves

APPCC – Construção e Conferência do diagrama – Etapa 4 e Etapa 5

Acesso ao Codex – Práticas de Higiene 2023 em português.

Etapa 4 – Construção do diagrama de fluxo

É fundamental ter um diagrama de fluxo cobrindo (inserindo) todas as etapas na produção de um produto específico, incluindo qualquer retrabalho aplicável.

O mesmo diagrama de fluxo pode ser usado para vários produtos que são fabricados usando etapas de processamento semelhantes.

O fluxograma deve indicar todas as entradas, incluindo ingredientes e materiais em contato com alimentos, água, ar, vapor se relevante, bem como todas as saídas (descartes, resíduos, reprocessos, etc).

Os diagramas de fluxo devem ser usados ao conduzir a análise de perigo como base para avaliar a possível ocorrência, aumento, diminuição ou introdução de perigos.

Eles devem ser claros, precisos e suficientemente detalhados na medida necessária para conduzir a análise de risco.

Os fluxogramas (diagramas de fluxo) devem, conforme apropriado, incluir a sequência e interação das etapas da operação.

Onde matérias-primas, ingredientes, auxiliares de processamento, materiais de embalagem, utilidades e produtos intermediários entram no fluxo; quaisquer processos terceirizados; onde houver retrabalho e reciclagem aplicáveis; onde produtos finais, produtos intermediários, resíduos e subprodutos são liberados ou removidos. Prestar atenção em todos os detalhes.

Meu conselho é que, no primeiro momento você não resuma o fluxo, faça-o no detalhamento suficiente para que toda equipe consiga realizar as avaliações e discussões de forma apropriada, sem gerar dúvidas.

O fluxo será fundamental para etapas posteriores como: levantamento de perigos das etapas, análise de risco, avaliação das medidas de controle.

Nesta etapa é possível entender, porque a equipe de segurança dos alimentos deve ser multidisciplinar.

 

APPCC – Construção e conferência do diagrama

Acesso aos códigos e práticas do Codex.

Etapa 5 – Confirmação in loco:

É muito importante que após a etapa de construção do fluxo sejam tomadas medidas para confirmar as atividades de processamento durante todos os estágios e horas de operação, bem como corrigir o diagrama quando apropriado.

A confirmação do fluxograma deve ser realizada por uma pessoa ou pessoas com conhecimento suficiente da operação de processamento e a importância e atenção necessárias devem ser depositadas nesta etapa.

Importante: a conferência deve ser realizada em horários diferentes, se a empresa trabalha com vários turnos ou rotação de equipe, deve considerar a conferência em todos os turnos e todas as equipes.

Vamos para etapa 6?

APPCC – Etapas 2 e 3: A descrição do produto e seu consumo

Tags: No tags

Adicione um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

3 × 3 =