2f5d6ce98b8534b8d37860321b70299a

Cultura de segurança dos alimentos: O Posicionamento do GFSI

O GFSI deu inicio em 2015 a um grupo de trabalho focado em Cultura de Segurança de Alimentos, reunindo técnicos e especialistas para discutir o assunto e divulgar ao mercado a posição do GFSI sobre o assunto. Este grupo de trabalho foi coordenado pela Dra. Lone Jespersen e deu origem em 2018 ao documento  intitulado: Cultura de segurança dos alimentos – Posicionamento da Iniciativa Global da Segurança dos Alimentos (GFSI)  versão1.0 de  04 de novembro de 2018.

Nós do Semear apoiamos a acessibilidade! Ouça nosso conteúdo em áudio: 

Por: Keli Lima Neves

#culturasegurançadosalimentos

De acordo com este estudo, chegou-se a conclusão de que toda empresa que é parte da atual indústria de alimentos global, do pequeno vendedor de beira de estrada até a maior corporação multinacional, segue algum grau de prática de manipulação segura de alimentos. Ou seja, a cultura de segurança dos alimentos existe em qualquer estabelecimento, a questão é que não sabemos o quanto ela é apropriada para produção de alimentos seguros. Em geral, estas práticas mantiveram e continuam mantendo segura a maior parte do suprimento mundial de alimentos para consumo humano.

Como uma porção significante do mundo desenvolvido hoje depende de alimentos produzidos em massa, obtidos, processados e distribuídos globalmente, a importância de manter padrões de segurança de alimentos é amplamente reconhecida e a cada dia este assunto toma maiores proporções, significância e a devida importância.

Segundo o documento, a Iniciativa Global de Segurança de Alimentos (Global Food Safety Initiative – GFSI), acredita que, para ser bem-sucedida e sustentável, a segurança de alimentos deve ir além das regulamentações formais e viver dentro da cultura das empresas. Em contraste com as regras legais, a cultura tira seu poder do tácito e intuitivo, da simples observação.

As regras estabelecem fatos, enquanto a cultura vive por meio da experiência humana.

Este documento preparado pelo grupo de trabalho do GFSI trata-se de um modelo para incorporar e manter uma cultura positiva de segurança de alimentos em qualquer negócio, independentemente de seu tamanho ou foco.

Neste documento a Cultura de Segurança de Alimentos é definida como os valores, crenças e normas compartilhados que afetam o pensamento e o comportamento com relação à segurança dos alimentos em, através e por toda organização.

O documento foi formatado para ajudar os profissionais da indústria de alimentos a promover e manter uma cultura positiva de segurança de alimentos dentro de suas respectivas organizações.

Você encontrará as 5 dimensões da Cultura de Segurança de Alimentos, divididas em 5 capítulos onde cada dimensão é apresentada, discutida e orientações para que uma avaliação e um processo de melhoria nas dimensões de cada empresa sejam verificado, definidos e desenhados.

As cinco dimensões apresentadas são: Visão e Missão, Pessoas, Consistência, Adaptabilidade e Percepção de Perigos e Riscos, em cada uma destas dimensões são apresentados os Componentes Críticos para a Cultura de Segurança de Alimentos.

Cada capítulo também fornece conteúdo detalhado de “O Quê” e “Como” para ajudar a definir toda a sua jornada para amadurecer e tornar sustentável.

Para ter acesso ao documento completo, basta clicar no link.

https://mygfsi.com/wp-content/uploads/2019/09/GFSI-Food-Safety-Culture-Full.pdf

Nosso conselho é, antes de iniciar sua jornada, conheça este documento!

Adicione um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

catorze − 7 =